Escolha uma Página

Editor-chefe (estava escrito na porta de vidro).

– Senta ai Pedro!

– Já está com a pauta da semana?

– Na verdade não… Você vai ter que assumir outra coluna.

– Outra coluna?

– Sim. “Saúde e Beleza” mais especificamente.

– O quê! Como assim? Sou um jornalista, mestre em ciência política… Correspondente de guerra! Isso é alguma piada?

– Conheço seu currículo, te contratei lembra? Os tempos são outros Pedro. Tem acompanhado nossos números? Sabe quantos jornais estamos imprimindo por dia?

– Sei das dificuldades, mas não podemos nos render assim. O jornalismo sempre passou por inovações. E sei que temos ganhado bom dinheiro na plataforma digital.

– Pedro… Pedro… Pedro… Você não sabe de nada! Por um acaso já viu como anda a popularidade da seção de política em nosso site? Sabe quantas visualizações tem por semana?

– Sei de alguns números…

– Você não sabe de nada! Aliás isso não é negociável. Para continuar aqui vai ter que assumir a pasta. E outra coisa: sua coluna política se tornará “pílulas”. Cinco vezes na semana vai montar pequenos textos para lançarmos, tanto na versão impressa quanto na virtual.

– Isso é para me forçar pedir demissão?

– De forma alguma… Como te falei, são novos tempos… Aceitei e trabalhe!

Não tive muitas opções. Era o melhor jornal do país. Tinha um bom salário. No primeiro mês minha nova coluna era a mais acessada. Fazia sucesso. Ganhei bônus. As pílulas expressas, também tiveram melhor repercussão. Ele estava certo. Novos tempos.

Imagem: G. Crescoli via Unsplash

Texto: Tarcísio Oliveira

Comentários

comentários